Consolidando Um Estudo Sobre Evasão Na Universidade Federal Do Rio Grande Do Sul: Indicadores Etários E De Gênero

A expansão de vagas no Ensino Superior, junto com a ampliação do acesso a camadas da população que antes pouco chegavam este nível de Ensino, ampliou, também, o interesse nos estudos sobre a evasão nesse nível de ensino. A partir de um estudo inicial, que demonstrou certa estabilidade nos índices de...

Full description

Main Authors: Prezzi Fernandes, Letícia, Gramkow Bueno, Irma Antonieta
Format: Artículo
Language: Español
Published: Universidad Tecnológica de Panamá 2018
Subjects:
Online Access: http://revistas.utp.ac.pa/index.php/clabes/article/view/1947
http://ridda2.utp.ac.pa/handle/123456789/5568
Summary: A expansão de vagas no Ensino Superior, junto com a ampliação do acesso a camadas da população que antes pouco chegavam este nível de Ensino, ampliou, também, o interesse nos estudos sobre a evasão nesse nível de ensino. A partir de um estudo inicial, que demonstrou certa estabilidade nos índices de evasão, propusemos a institucionalização das análises sobre os dados da Universidade para traçar políticas no âmbito do órgão gestor da Graduação. Deste modo, o banco de dados para a pesquisa foi complexificado, incluindo informações antes não disponíveis. Os dados disponibilizados para o estudo incluem informações sobre idade e gênero além daquelas sobre o desempenho de cada estudante (créditos aprovados, créditos reprovados, número de semestres cursados, situação atual, entre outras informações). Assim, este estudo busca articular os dados de evasão com os marcadores etários e de gênero nas coortes de ingresso nos anos de 2008 e 2009. O resultado apresentado nesta comunicação ainda é inicial, mas indica que as alunas têm tido maior sucesso na conclusão de seus cursos enquanto uma porcentagem muito semelhante dos alunos evade. Nesse panorama de mudanças significativas na população que ingressa no Ensino Superior, há que se consolidar uma agenda institucional para problematizar e discutir o desengajamento dos estudantes, incluindo não apenas o estudo de dados quantitativos como também daqueles qualitativos, tornando-se parte de uma política de permanência e de diplomação dos estudantes.