Propriedades físicas de frutos de café robusta durante a secagem: determinação e modelagem

Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a influência do teor de água nas propriedades físicas dos frutos de café da variedade robusta (Coffea canephora), durante a secagem. Foram utilizados frutos de café no estádio de maturação cereja com teor de água inicial de, aproximadamente 1,7 (b.s.), seco...

Descripción completa

Autores Principales: Mendes Botelho, Fernando, Corrêa, Paulo Cesar, Campos Botelho, Sílvia de Carvalho, Vargas Elías, Guillermo Asdrúbal, Silva Diniz Almeida, Mayra Darliane, de Oliveira, Gabriel Henrique Horta
Formato: Artículo
Idioma: Portugués
Publicado: 2017
Materias:
Acceso en línea: http://www.coffeescience.ufla.br/index.php/Coffeescience/article/view/972
http://hdl.handle.net/10669/72997
Sumario: Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a influência do teor de água nas propriedades físicas dos frutos de café da variedade robusta (Coffea canephora), durante a secagem. Foram utilizados frutos de café no estádio de maturação cereja com teor de água inicial de, aproximadamente 1,7 (b.s.), secos numa estufa com circulação forçada de ar à 40 °C, até um teor de água final de, aproximadamente 0,13 (b.s.). Durante o processo de secagem foram avaliados o ângulo de repouso, a massa específica aparente, a massa específica unitária, a porosidade e a forma do produto (dimensões características principais, diâmetro equivalente, esfericidade, circularidade e a relação superfície-volume), analisados em função do teor de água. Verificou-se que a variação do teor de água, durante a secagem, influencia as propriedades físicas dos frutos de café analisadas. Com exceção da relação superfície-volume, todas as propriedades analisadas reduziram com a redução do teor de água. Observou-se ainda que os fatores tenderam à estabilidade para teores de água entre 0,42 e 0,68 (b.s.).